EMPREGADOS IRÃO OCUPAR ALGUNS CARGOS NO INSS: OS POSTOS ERAM PREENCHIDOS POR SERVIDORES DE CARREIRA (ESTATUTÁRIOS)

Link para divulgação: http://www.aprovadosinss2016.com.br/empregados-irao-ocupar-alguns-cargos-no-inss-os-postos-eram-preenchidos-por-servidores-de-carreira-estatutarios/

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), autarquia representada pelo seu presidente Leonardo Gadelha, em parceria com o Ministério do Planejamento, Dyogo Oliveira, publicará, nos próximos dias, portarias que autorizam a precarização do INSS, por meio da utilização de empregados não regidos pelo Regime Jurídico Único da União – 8.112/90. Em consonância com os projetos do Executivo Federal que buscam seguir as indicações do Consenso de Washington, o governo iniciou a privatização da Infraero, empresa pública federal. Logo, o governo teve a ideia de colocar alguns desses empregados no INSS, autarquia que exerce atividade típica do estado, na intenção de tentar afastar a nomeação dos aprovados no concurso do INSS de 2016. O MPDG alega que esses servidores não exercerão atividades-fim do INSS! Ah tá...

Frisa-se que o Ministério do Planejamento não cumpriu com o compromisso de nomeação de 500 servidores aprovados no concurso de 2016 até março de 2017.

A CAINSS/16 tem defendido, arduamente, a não utilização de empregados públicos na autarquia previdenciária, já que vai de encontro ao bom atendimento ao cidadão. Sendo assim, buscaremos a nomeação dos mais de três mil aprovados no concurso do INSS, de modo a refutar qualquer utilização de não estatutários.